Notícias

03/01/2018 assessoria de imprensa
O Rio Grande do Norte pede socorro!

O Estado do Rio Grande do Norte enfrenta uma das piores crises da sua história, uma crise sem precedentes que com certeza não foi causada por aqueles que estão pagando a conta sozinhos. O Governo do Estado precisa ser responsabilizado por este estado caótico.

De um lado, os servidores públicos estaduais entraram o ano de 2018 com três salários atrasados (novembro, dezembro e 13º). Trabalhadores que dedicam suas vidas à população potiguar e hoje, não receberam os seus salários, direito constitucional de todo trabalhador, que é receber por seu trabalho e dar sustento à sua família. Este foi, sem dúvida, o pior fim de ano das últimas décadas, onde milhares de famílias de trabalhadores concursados não tiveram direito à comemorar as festividades natalinas com seus familiares.

Do outro lado, a população potiguar que está amedrontada, trancada em suas casas, sem o direito constitucional de ir e vir. A população que paga altos impostos à este Governo e recebe como agradecimento, o medo devido ao crescimento da insegurança, falta de hospitais, pois não existe manutenção dos hospitais e os servidores da saúde, como os demais não têm condições de trabalhar sem ter recebido o salário essencial para sobrevivência de todo cidadão de bem.

A imprensa está acompanhando diariamente cada novo capítulo desta tragédia social. Mas o principal culpado por estarmos nesta situação, não tem aparecido. O Governador Robinson Faria precisa tomar uma atitude urgente, precisa pagar os salário dos trabalhadores. Não adianta oferecer transporte e alimentação no local de trabalhado. O servidor público tem família, crianças para alimentar. Chega de desculpas, falácias e calendários fictícios. Abra as contas do Estado. Para onde está indo a arrecadação de cresce a cada mês (Dados do Sindicato dos Auditores Fiscais).

Os sindicatos, entidades comprometidas com as suas categorias formaram o Fórum Estadual de Servidores que vem atuando diariamente há dois anos, na luta contra o atraso no pagamento dos salários do funcionalismo público estadual. O Sinsp/RN integra este fórum e esteve junto à outras entidades realizando verdadeiros plantões no Tribunal de Justiça do RN, desde a última quinta-feira (28), os sindicatos moveram uma ação, um mandado de segurança com liminar, pedindo o bloqueio das contas do Estado para o pagamento dos servidores públicos, com o objetivo principal de devolver ao povo do RN à volta da normalidade e aos servidores públicos do Estado a possibilidade de colocar comida na mesa de suas casas.

Como todos devem saber, a decisão do Desembargador Cornélio foi favorável, sensível à situação de caos social que enfrentamos. Mas Advocacia Geral da União interveio e a Justiça Federal do RN proibiu a utilização de recursos federais que seriam para a área da saúde, fossem remanejados para o pagamento de salários.

Neste momento o Rio Grande do Norte necessita de um pacto pela paz, pelo retorno da normalidade, pelo bem da economia do Estado. Os Poderes precisam se unir e ajudar o Rio Grande retornar ao rumo do crescimento e da paz. Se enfrentamos uma crise, que ela seja enfrentada como uma crise de Estado e não do Poder Executivo.

 


Leia Mais