Notícias

12/01/2018 Assessoria do Sinsp/RN
Servidores públicos do RN deram seu recado: Nenhum direito a menos!

O Sinsp/RN repudia a atitude do Presidente da ALRN, em autorizar que cercassem a ALRN com grades para impedir a entrada dos servidores na última quinta (11). A retirada das grades foi simbólica, para mostrar que os servidores não assistirão à esse espetáculo da arquibancada. Ao contrário, se somos protagonistas vamos participar da cena e derrubar o vilão.  

O Governador Robinson Faria TRAIU A POPULAÇÃO DO RN, DIVERSAS VEZES CONSECUTIVAS. Antes dos atrasos dos salários dos servidores, o RN já pedia socorro. Hospitais funcionando em condições precárias, faltando medicamentos, insumos, leitos, profissionais. Dezenas de macas nos corredores do Hospeital Walfredo Gurgel, milhares de vidas perdidas por falta de atendimento adequado. Isso é uma realidade de anos.

Nos anos de 2016 e 2017 o RN esteve nas principais manchetes do Brasil e do mundo devido ao aumento da violência, o número de mortes no RN é um dos maiores do mundo. As forças policiais denunciaram a precariedade dos serviços. 

Desde janeiro de 2016 iniciou-se uma longa jornada de atrasos no pagamento dos salários, que culminou com uma greve na saúde que já dura 50 dias, paralisação dos serviços da segurança pública. E agora, envia um pacote contendo 18 medidas que retiram direitos dos servidores tais como: quinquênio, licenças, destroem planos de carreira, demitem servidores celetistas, aumentam o desconto da previdência.   

A mobilização dos servidores públicos na última quinta-feira (11) mostrou que mesmo diante de tantos ataques, os trabalhadores não perderam a força de lutar contra as injustiças. Os servidores públicos estão fortalecidos e possuem o apoio da população potiguar.

A luta está apenas começando, o pacote de maldades deve ser votado na próxima semana. E os servidores públicos estarão lá, em contato com os deputados para sensibilizá-los que não esse o caminho que devemos tomar, para colocar o RN no rumo do crescimento.


Leia Mais