Notícias

10/07/2017 assessoria de imprensa
Fórum estadual de servidores discute a LDO 2018 com o Dep. George Soares

Na tarde desta segunda-feira (10), o fórum estadual de servidores esteve reunido com o deputado George Soares, presidente da comissão de finanças da Assembleia Legislativa, com o objetivo de conseguir alterações na peça apresentada pelo Governo para o orçamento 2018. A proposta congela o orçamento, trazendo como referência o orçamento de 2017, o que na prática representa reduzir os salários do funcionalismo público, já que o orçamento não traz reajusta nem o valor da inflação.

 

O fórum considera esta proposta radical e exige a retirada do Art. 39, que trata do congelamento das despesas. Os sindicatos querem que a lei de diretrizes orçamentárias 2018, traga o reajuste da inflação, acrescido 1% referente ao esforço fiscal e mais a previsão de crescimento do PIB. Os sindicatos pedem ainda que em caso de déficit previdenciário, a cada um dos Poderes possam arcar com os montantes de transferência financeira referente aos seus servidores, transferindo ao IPERN os valores, com o objetivo de financiar a folha de pagamento dos aposentados e pensionistas do respectivo órgão. Hoje, o poder Executivo é o único responsável pela conta da previdência de todos os Poderes causando um verdadeiro rombo na conta do Executivo e penalizando apenas os seus servidores, visto que os demais poderes contam com reservas financeiras e os servidores do Executivo amargam mais de um ano de atrasos de salários.

 

Os sindicalistas alertaram ao Deputado George Soares sobre o cenário de caos que está previsto para o próximo ano, caso a LDO seja aprovada como está. Os servidores públicos não ficarão calados diante deste absurdo. No ano passado o fórum de servidores conseguiu mobilizar dezenas de categorias e centenas de servidores para a votação da LDO e conseguiu a reformulação do texto orçamentário. Este ano não será diferente. A votação da LDO 2018 está prevista para a próxima quarta (12), até lá os sindicatos estarão em contato com os deputados e mobilizando as categorias para mais uma vez conseguir reverter um cenário de precarização dos serviços públicos e que penaliza os servidores públicos do Estado.

 

 


Leia Mais